O novo veículo vai contratar 400 funcionários, segundo informações que circulam na imprensa, e iniciará suas transmissões no final de 2019

Com o lançamento da CNN Brasil, o maior mercado televisivo de notícias da América Latina será impactado pelo surgimento de um novo e poderoso elemento em um território dominado pela Globo News.

Sua chegada, anunciada este mês, acontece em um momento de redefinições radicais no Brasil, que vive uma guinada à extrema-direita com o presidente Jair Bolsonaro.

Como já era de se prever, os donos da CNN Brasil, anunciada no começo da semana, apresentaram nesta sexta-feira suas credenciais ao presidente Jair Bolsonaro, como fazem os novos embaixadores que chegam ao país. A audiência não constava da agenda presidencial.

Logo depois, também entrou no gabinete presidencial do terceiro andar do Planalto, em audiência agendada, a cúpula da Record, para apresentar seu novo diretor de jornalismo, indicado no lugar de Douglas Tavolaro, que vai comandar a CNN Brasil.